Eu tenho saudade de tantas coisas boas e tantas coisas vãs. Por isso descrevo, anoto tudo, assim completo o meu álbum mágico da felicidade...

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Das minhas mentiras e das minhas vaidades

Un chapitre

O cheiro de cigarro faz eu me lembrar dele... não é nenhuma coisa específica, nem algo que seja tão saliente como a sua falta de jeito, mas é um troço que eu sinto e lembro da primeira e única vez que senti, de fato, que ele estava sendo um bocado meu. Segurando minhas mãos... e aquilo foi a coisa mais próxima a algum tipo de intimidade a que chegamos perto um do outro, nem os nossos beijos foram tão intensos... ali, achei que algo pudesse realmente dar certo sobre essa coisa toda de se apaixonar, afinal, me declarei pra ele antes de qualquer coisa e de qualquer beijo...

5 Expressão(ões):

julio.de.castro disse...

e as coisas não são assim?

O Som e o Sentido disse...

sim, são exatamente assim, declaro todo meu amor num simples olhar.

Milton Raulino disse...

O amor não precisa de grandes gestos. Ele, ou qualquer coisa que se apeoxime dele... É incrível como um olhar ou um gesto pode dizer tudo!

Rafael Velasquez disse...

talvez isso te faça nunca mais entrar no meu blog, mas não sou jornalista. rs

essa cousa de se apaixonar... sei não, acho que comigo passou. sorte, para você - se for verdade o que diz.

beijo.

Anônimo disse...

isso que poderia chamar d simples intensidade!