Eu tenho saudade de tantas coisas boas e tantas coisas vãs. Por isso descrevo, anoto tudo, assim completo o meu álbum mágico da felicidade...

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Despedida


Eu tenho uma coisa a te dizer... Que eu vou sem data de volta. As minhas coisas por aqui vão ficar todas largadas. Provavelmente não vai ser tudo tão fácil, mas é a chance de começar uma nova vida. Sem máscaras, sem arrodeios, sem sofrimentos antigos que me impedem de caminhar para qualquer sentido. Depois, quem sabe, eu volto com tudo estabilizado, cheia de amor e talvez até tenha plantado alguma semente nessa vida. Venho sem avisar mesmo, bato na sua porta, entro, converso, pego as minhas coisas e vou embora. Isso é matar a saudade. Aí de repente, pode ser que eu comece a restabelecer tudo por aqui, querer ter contato e, quem sabe, mando ao menos um telegrama. Agora, eu realmente preciso ir. Tenho que me amar um pouco e fazer essa loucura sã. Eu preciso ser feliz...


Foto: Do que desejo e do que amei. (A.s.v.)

2 Expressão(ões):

Suann Medeiros disse...

Bom Texto!

Você sabe, que mesmo te conhecendo a pouco tempo atrás, eu torço por ti. Vá em frente e seja feliz!

moça. disse...

excepcionalmente lindo!
me tocou profundamente.

=)